terça-feira, fevereiro 21, 2017

 TÃO DOLOROSO


Não é que não tem volta?
Se a ponta do fio se perdeu
Nem cortando a embaraçada meada
Como esse amor nasceu?

Quem se lembra de como começou?
Dissipou-se no tempo
O motivo e a razão
Passou como passa o vento.

Por não saber como ir
Fico, infeliz outra vez.